Páginas

Pesquisar este blog

terça-feira, 17 de março de 2009

Buscando o Vento

Você sabe todos aqueles sonhos?
Vê todos aqueles espíritos?
É tudo só esperança
de que um dia o amor se concretize

É como alguém esperando alguém,
só que esse alguém já morreu
É como se trancar em um redoma
De vidro, de vidro

Cantando, dançando, Rolando
Passando o tempo
Buscando um vento
que leve a esperança
Andando de mãos dadas

Vestindo roupas de gala
pra fingir que somos pobres
a beleza de ficar amando
É o absurdo

Paradoxo do impossível, amor
Paradoxo do improvável
Hipérbole do Ser

Cantando, dançando, Rolando
Passando o tempo
Buscando um vento
que leve a esperança
Andando de mãos dadas

Estamos em frente a uma porta
Amando e buscando o dom da premonição
Saber o que há por vir e o "e se...?"


Isso é só o começo do Acontecer
Tecer a vida e querer
Ter de tudo do poder
Poder
Amor

Cantando, rolando, Passando o tempo,
Rolando no ar
Buscando um vento, um espaço, que eleve, leve a esperança
Andando, correndo, divagando de mãos dadas

Temos e não temos tudo e nada a perder
Tudo pode acontecer
Tudo vai se perder
Nas linhas de um tempo... Acontecer

Cantando, dançando, Rolando
Passando o tempo
Buscando um vento
que leve a esperança
Andando de mãos dadas, de mãos dadas

Cantando, dançando, Rolando
Passando o tempo
Buscando um vento
que leve a esperança
Andando de mãos dadas, mãos dadas

Um comentário: