Páginas

Pesquisar este blog

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Complicado

Quem diria?
Eu nunca diria
Eu te querer tanto

Eu podia dizer que és uma pessoa gorda
Que gosto é do teu irmão
E nunca me interessaria
E então o falado perde o significado

Eu te quero
Queima, queima, queima!
Essa sensação de que por ter amizade
É direito ter mais
Essa idiotice

Me pegue, me tenha
Te quero, me sufoco

Amizade
Será que consigo?
Quero meu tesão incorporado em você

Quero meu tato sentindo o que só você tem a oferecer
E seu gosto
E seu corpo
Seu corpo, seu corpo, seu corpo

Te quero, quero tanto, quero muito
quero mais do que demonstra a ideia que você está tendo em sua mente agora

Eu quero muito
E é complicado,
por que amizade se coloca entre

E então...
Não quero te perder
Mas também não quero perder a oportunidade de te ter.
Como faz?
comofas
LGAC

Um comentário:

  1. Que amigo é esse, hein, trava?
    Já poe na roda aí bonita!
    Conte-me tudo, não me esconda nada!
    E não me poupe dos sortilégios!

    ResponderExcluir